• wanderlust

Com show de Tandara, Sesc-RJ vence de virada Praia Clube e é tetracampeão da Copa Brasil de vôlei

Com 40 pontos, Tandara foi a principal pontuadora da partida, com recorde em competições da CBV


O Sesc-RJ é tetracampeão da Copa Brasil de vôlei feminino. Mas não pense que foi fácil. A equipe carioca precisou suar bastante para derrotar o Praia Clube, neste sábado (1), na final do torneio disputado em Jaraguá do Sul (SC). Na decisão, o time do técnico Bernardinho venceu de virada por 3 sets a 1. As parciais foram de 18/25, 25/21, 25/23 e 25/23. Com o resultado, o time do Rio de Janeiro vai disputar a próxima edição da Supercopa, contra o campeão da Superliga.

O destaque foi a oposta Tandara, do Sesc-RJ, com 40 pontos. Com esta marca, ela ultrapassou seu próprio recorde estabelecido em fevereiro de 2018 no vôlei brasileiro, ao anotar 39 pontos.


“Depois de uma de muita dificuldade na minha vida, hoje tudo deu certo. Estou muito feliz no Sesc RJ. Consegui fazer o meu papel e mostrar o porquê da minha contratação. Tenho que agradecer ao Sesc RJ, ao Harry (supervisor), ao Bernardo e as minhas companheiras pela força e a confiança em todos os momentos”, disse Tandara que ainda destacou a força do grupo carioca.



O Jogo


O Praia Clube iniciou a partida melhor e com uma boa atuação da levantadora Carol fechou a primeira parcial em 25 a 18.


No entanto, o set seguinte foi marcado pelo equilíbrio. As duas equipes entraram fortes, mas a intensidade de Tandara e Amanda foi fundamental para o time carioca converter bolas importante na etapa. Além disso, o Praia Clube encostou no placar em alguns momentos e chegou a empatar a partida em duas oportunidades. Mas o Sesc-RJ foi mais preciso em suas jogadas e com o ataque de Juciely garantiu o empate na partida por 25 a 21.


Na terceira parcial, o ginásio começou a ferver. O Praia não tomou conhecimento do empate do rival e foi para cima. Com um show de bloqueios mostrou que estava vivíssimo no jogo e igualou a maior vantagem na partida. Deixou o marcar em 9 a 2, sendo quatro pontos de Walewska. Desta forma, o técnico Bernardinho precisou duas vezes de tempo, para colocar sua equipe de volta ao jogo.  Deu certo e o Sesc-RJ virou o placar em 12 a 11.


Momentos finais


O jogo seguiu e as equipes protagonizaram um incrível rali que durou 35 segundos. Até que , Walewska lançou uma bomba e virou novamente o marcador para 13 a 12, a favor do time mineiro. Na sequência, os times seguiram alterando o placar a todo o momento. Entretanto, o pedido de desafio no lance de Amanda, que atacou e jogou a bola fora, mudou a história do jogo. O ponto seria do Praia, e o jogo estaria empatado em 21 pontos. Porém, a revisão identificou que houve toque no bloqueio. As cariocas fizeram 22 a 20, depois manteram o ritmo e levaram o set em 25 a 23.


O Praia não se abalou, mostrou que queria o jogo, mesmo em desvantagem no placar. O trio composto por Pri Daroit, Garay e Martinez, e o apoio de Carol, ia se alternando nas ofensivas. Mas o set foi de Tandara. A oposta do Sesc-RJ foi uma peça chave na parcial que definiu a vitória e o tetracampeonato da equipe carioca na Copa Brasil. No marcador 25 a 23, o resultado 3 sets a 1, histórico.


Copa Brasil de Vôlei


A Copa Brasil voltou a ser disputada em 2014, e está será a sétima edição seguida. Em 2019, os campeões foram Itambé/Minas (MG) no feminino, e Sada Cruzeiro (MG) no masculino.

20 visualizações

Cadastre seu E-mail

logo_w_bottom.png
  • Facebook Tandara Caixeta
  • Instagram Tandara Caixeta
  • Twitter Tandara Caixeta
  • Youtube Tandara Caixeta