• wanderlust

Zé Roberto analisa adversários no Pré-Olímpico e vê "leque maior" com volta de Tandara

Treinador pede atenção com grupo da seleção brasileira e destaca importância do retorno da oposta após lesão: "Vai agregar bastante".


A seleção brasileira feminina de vôlei entrou na reta final de preparação para o Pré-Olímpico, que será realizado em Uberlândia, de 1º a 3 de agosto, na Arena Sabiazinho. A equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães faz os últimos treinos em Saquarema, no Rio de Janeiro, antes de desembarcar no interior de Minas Gerais na madrugada deste sábado. De olho nos adversários, o treinador da seleção pediu cuidado e conta com o retorno de Tandara para aumentar a força de ataque brasileira.


O Brasil disputa uma vaga em Tóquio 2020 contra Camarões, Azerbaijão e República Dominicana. As seleções se enfrentam entre em si em turno único e o campeão do torneio garantirá vaga na próxima edição dos Jogos Olímpicos. A TV Globo transmite todos os jogos da seleção brasileira.


– Sabemos que Camarões é uma equipe em fase de aprendizado e tem jogadoras que atuam na França. O Azerbaijão tem duas atacantes muito fortes e vamos precisar tomar cuidado. É um time treinado por um italiano, o Giovannni Caprara, que incomodou muitas equipes no Mundial de 2018. A República Dominicana é treinada pelo brasileiro Marcos Kwiek, que tem feito bons resultados nas últimas competições e o grupo conta com ótimas atacantes. Será um jogo difícil e vamos precisar estar preocupados com nosso volume de jogo e situação de saque, bloqueio e defesa – analisou José Roberto Guimarães.

Novidade do grupo brasileiro que participará do Pré-Olímpico, a oposta Tandara se recuperou de uma lesão no tornozelo esquerdo e está à disposição de Zé Roberto.

- A Tandara é uma jogadora com grande experiência internacional, que vai agregar bastante ao nosso time nos dando um leque maior de opções – disse o treinador.

A oposta, que voltou aos treinos há dois meses e treina com o grupo completo há duas semanas no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema, mostrou otimismo com o retorno à seleção após a lesão e destacou a importância do torneio em Uberlândia.

– É o evento mais importante do ano e estamos nos dedicando ao máximo. Estou treinando há dois meses. Tive uma lesão séria, mas me recuperei bem e treino com o grupo completo há duas semanas. Estou me dedicando cada vez mais e espero poder fazer o meu melhor no Pré-Olímpico – explicou Tandara.
30 visualizações

Cadastre seu E-mail

logo_w_bottom.png
  • Facebook Tandara Caixeta
  • Instagram Tandara Caixeta
  • Twitter Tandara Caixeta
  • Youtube Tandara Caixeta